27 de nov de 2008

MAIS UM DIA...

É preciso suportar algumas larvas pra sentir a alegria das borboletas... (Saint Exuperry)

Estou assim, suportando LARVAS, DORES, TRISTEZAS, mas sei que são fases, são transformações lindas que os dias de casulo nos traz.
Temos que esperar o tempo, a hora, o momento exato, não se abre um casulo antes da hora...
Nele, é certo, há solidão, medo, incerteza...a vida por um fio, mas é o curso natural da vida, esse fio tão pequeno e até mesmo tão insignificante é o que nos faz ter a certeza de que estamos presos e seguros...
Até mesmo as fortes rajadas de vento não o assustam, estamos ali dentro, guardados...firmes e seguros para o grande momento da transformação...
A mudança é completa, somos moldados internamente e refletimos em nosso rosto as mudanças que um casulo traz... cores alegres e supreendentes.
Ainda estou num casulo, mas em breve serei uma borboleta.
Oh, Meu Deus nunca falhará, eu sei que chegará a minha vez...por enquanto, cá estou em meu casulo, sendo transformada em algo melhor pra mim mesmo para minha família e para o mundo...

" A boca fala aquilo que o coração está cheio." (Mateus 12,34b)

Rita Silva

Nenhum comentário: